16 fev 22

Seguro empresarial: qual é a importância da gestão de risco para a sua empresa

Conheça alguns seguros que sua empresa pode contratar para garantir seu patrimônio e o bem-estar de seus colaboradores.

Veja a importância do seguro multirrisco empresarial, independente das disposições SUSEP e ANS, digamos que o motorista de caminhão de uma empresa do setor agrícola, ao ir almoçar em um posto de gasolina de beira estrada, deixe a chave na ignição do veículo. Enquanto ele está matando a fome, o caminhão é furtado. A empresa, dona do veículo, não tinha o seguro de frota. Resultado: prejuízo de mais de quinhentos mil reais com o furto do produto e do caminhão.

Os empreendedores ou gestores de empresas muitas vezes têm uma série de responsabilidades sobre os ombros. Eles são encarregados de contratar novos funcionários, identificar e vender seus produtos ou serviços para novos clientes e encontrar fontes de apoio financeiro. Nesse turbilhão de tarefas, eles acabam se esquecendo muitas vezes de fazer a gestão de risco da empresa, o que pode complicar ainda mais a perspectiva de manter a segurança de uma empresa.

Não adianta agir apenas quando o pior já aconteceu, o ideal é se adiantar às crises e às catástrofes pois quando se menos espera, elas batem as portas da organização.

Como a gestão de risco não é tarefa fácil, neste artigo vamos mostrar a importância dessa política corporativa, o papel do seguro empresarial na proteção dos negócios e quais são os tipos mais comuns de seguro empresariais no Brasil. Não perca a leitura!

O que é gestão de riscos?

A gestão de riscos em seguros é definida como a prática de identificar antecipadamente os riscos potenciais, analisando-os e tomando precauções para reduzir o risco. Este é um plano de ação que consiste em procedimentos a serem seguidos para garantir a eliminação ou atenuação do risco.

O objetivo principal do gerenciamento de risco é, portanto, identificar as potenciais ameaças antes que elas ocorram, mitigando assim o impacto adverso delas no negócio.

No ciclo de vida de um negócio, vários fatores de risco precisam ser levados em consideração. Isso ajuda a prevenir os negócios de efeitos nocivos do meio ambiente, cultural, financeiro ou quaisquer outros problemas que possam estar no meio do caminho. A gestão de riscos garante um fluxo uniforme do negócio, maximizando assim a produtividade e a geração de receita.

Nessa tarefa de salvaguardar o negócio, o grande aliado da gestão de risco é o seguro empresarial. O mecanismo possui o intuito de resguardar as empresas contra quaisquer imprevistos, que podem ser decorrentes de incêndios, roubos, furtos, desastres da natureza, entre outros.

O que pode acontecer com a falta de um seguro empresarial?

Embora muitos executivos e gestores possam olhar para a compra de um seguro empresarial como um custo, na realidade, ele é um bom aliado em momentos de dificuldade da empresa. Eventos como desastres naturais podem sozinhos encerrar uma empresa sem qualquer aviso prévio.

Por exemplo, em fevereiro de 2020, a cidade de São Paulo enfrentou fortes chuvas de verão que causaram alagamento em diversos pontos do munícipio. Na época, muitos carros que estavam em estacionamento ficaram debaixo de água e foram avariados. Alguns estacionamentos não tinham seguro para esse tipo de acidente e tiveram de arcar com as indenizações para os donos do carro. Alguns fecharam as portas com o impacto financeiro dessas perdas.

Esse é um de vários casos que revelam a importância do seguro empresarial. A compra de um seguro empresarial pode efetivamente minimizar os danos causados por esses eventos imprevistos, o que em alguns casos pode significar salvar uma empresa de ter de fechar suas portas.

Tipos de seguros empresariais

Para gerir uma empresa, é preciso se preocupar com diversos fatores. Seja ela pequena, média ou de grande porte, há sempre um percalço inesperado a superar.  E se o negócio não está preparado para essas ocorrências, isso pode representar um rombo no caixa e até a falência de um negócio. Por isso, é fundamental contar com um seguro empresarial adequado para o seu negócio.

Se o empresário quer salvaguardar o espólio da empresa contra um incêndio, por exemplo, o recomendado é contratar o seguro para proteção de patrimônio. Mas se ele quer uma proteção além, que cobrirá despesas de reparos e indenizações, causados a terceiros, o ideal é contratar o seguro de responsabilidade civil.

Veja, abaixo, esses e outros seguros empresariais para proteger a sua empresa:

Seguro para empresas de Responsabilidade Civil

A atividade empresarial, principalmente a que envolve a prestação direta de serviços ao consumidor, é sempre permeada pelo risco de causar prejuízos a terceiros, seja por falha na prestação ou erro na execução do trabalho.

Nesse caso, é prudente contar com um seguro para responsabilidade civil, que permitirá que as indenizações e os reembolsos devidos não afetem o funcionamento da empresa. Lembre-se de que, além de trazer segurança à organização, ele também protege seus clientes e os terceiros que possam ser atingidos.

Seguro para frota

A segurança pública no Brasil é uma questão preocupante. Nesse contexto, o roubo de cargas é um dos crimes que mais cresceram nos últimos anos. 

Além do prejuízo financeiro para a empresa, esse tipo de acontecimento coloca em risco a segurança de executivos e funcionários. Por isso, o seguro para frota se faz mais necessário do que nunca para proteger os veículos da empresa.

Ele garante não apenas a proteção do patrimônio, mas também a segurança dos funcionários que usarem os veículos da empresa para trabalhar. Entre as coberturas oferecidas estão: colisão, incêndio, roubo e furto, responsabilidade civil facultativa de veículos (danos materiais e corporais) e acidentes pessoais por ocupante.

Seguro para proteção de patrimônio

É preciso levar em consideração que todas as empresas correm o risco de terem prejuízos, sejam eles de ordem financeira, estrutural ou funcional. Por isso, os seguros empresariais para proteção de patrimônio são importantes.

No Brasil, alguns seguros empresariais dessa categoria são obrigatórios, como é o caso de seguros contra incêndios e acidentes de trânsito (DPVAT), por exemplo. Porém, outros são opcionais, como roubos, reembolso para despesas fixas emergenciais, e assim por diante.

Seguro de vida empresarial

O primeiro objetivo de um seguro de vida empresarial é proteger o capital humano da empresa. Além disso, o colaborador ter a certeza de que a sua família não passará por dificuldades financeiras caso aconteça algo com ele dá muito mais tranquilidade no dia a dia profissional.

As coberturas variam de acordo com a apólice contratada e podem incluir:

• Morte natural ou acidental – a mais comum e básica nos planos;

• Invalidez total ou parcial causada por acidente;

• Reembolso de gastos médicos e hospitalares; dentre outros.

Assim, o seguro de vida empresarial é um excelente mecanismo para que sua empresa consiga atrair e reter talentos.

Seguro Rural

O Seguro Rural constitui grupo de seguros destinados à cobertura dos riscos peculiares às atividades agrícola, pecuária, abrangendo as modalidades:

• Seguro Agrícola;

• Seguro Pecuário;

• Seguro Aquícola;

• Seguro de Florestas;

• e outros seguros agrícolas e pecuários. 

Seguro saúde

Muitas empresas oferecem esse seguro que pode incluir assistência médica e odontológica a seus funcionários, mas ele não é obrigatório. Porém, os empresários que optam por contratá-lo garantem que seus trabalhadores executem suas funções com mais tranquilidade, pois sabem que a companhia em que trabalham está cuidando deles. 

Lucros Cessantes

Seguro facultativo destinado a pessoas jurídicas visando garantir uma indenização por prejuízos que possam causar uma interrupção ou perturbação nos movimentos de negócios da empresa segurada. O valor a ser compensado refere-se aos eventos discriminados na apólice. A contratação desse seguro deve ser feita optando-se por, pelo menos, uma das coberturas: perdas de lucro bruto, de lucro líquido; de receita bruta e despesas fixas.

Não é possível contratar exclusivamente o seguro de Lucros Cessantes, sendo obrigatória a aquisição primária de uma apólice de seguros empresarial que cubra danos materiais.

Seguro de Riscos de Engenharia

Seguro destinado a pessoas físicas ou jurídicas que tenham interesse direto em obras a serem executadas, sendo estas obras representadas por um construtor ou proprietário, e visa proporcionar coberturas contra acidentes que resultem em prejuízos materiais tanto à obra quanto aos materiais a serem utilizados durante o período da construção ou da obra.

Também são garantidas as despesas ou serviços relacionados aos prejuízos causados em máquinas, equipamentos, estruturas metálicas e em outros bens instalados e/ou montados de forma permanente, durante a fase de instalação e/ou montagem desses bens.

Seguro de transportes

O seguro de transportes tem o objetivo de proteger a carga transportada, passageiros ou terceiros não transportados contra os mais diversos tipos de risco, desde a origem até o destino final. Esse seguro garante ao segurado o reembolso por perdas ou danos causados aos bens segurados durante o transporte aquaviário, rodoviário, ferroviário e aéreo, nacional ou internacional.

Agora que você já sabe tudo sobre gestão de risco e a contratação de seguros empresariais, que tal conhecer um pouco mais sobre estratégias de compliance? Veja artigo sobre o tema no nosso blog https://proced.fia.com.br/compliance-o-que-e-exemplos-e-como-implantar/


Voltar

Deixe um comentário